segunda-feira, 30 de abril de 2012

Furoshiki?

Tudo começou quando eu quis ensinar pra vocês como se faz uma amarração com flor para lenço de pescoço que minha tia a vó me ensinaram. Encontrei esse vídeo super bem explicadinho e uma outra sugestão de utilização:
Como faixinha de cabelo










Ok, tudo muito lindo, mas o que é o tal do furoshiki no título do vídeo?
Furoshiki é uma técnica japonesa de dobrar tecidos usada para transportar, embalar (e embelezar as coisas).

Atualmente tem sido divulgado como uma saída ecológica, quando utilizado como ecobags (item de primeira necessidade em São Paulo agora) ou como embrulho de presente, como sugere a designer Sofia Kamatani: “A pessoa pode dar presentes embrulhados no furoshiki e, depois, pegar o tecido de volta para reutilizá-lo, ou então ensinar a pessoa presenteada a dobrar” (amei a ideia).



Fiquei morrendo de vontade de fazer tudo que encontrei: bolsas lindas (de uma ou duas alças), formas legais de embalagens, capa para laptop (!!!)... Ideias mil!

Esses 2 vídeos são um apanhado geral e aqui o canal brasileiro no youtube com várias ideias também:


Quero ser ecologicamente correta assim! Com coisas lindas!

domingo, 29 de abril de 2012

Totalmente Pirada e Maluca



Quando a TPM bate à porta, os doces ajudam, mas não solucionam. Sendo assim, saindo um pouco da linha dos docinhos (até pra não pensarem que só falo disso) compartilho com vocês minha preciosidade mais recente: o shake para a TPM.

Da última vez que estive no Brasil, numa das minhas manhãs ociosas de férias assistindo televisão, vi no Bem Estar a receita de uma vitamina/mousse que promete aliviar os sintomas da TPM. Confesso que ainda não testei, mas se funcionar garanto que terei dias muito menos trágico-nervosos. O namorado agradece...



Tricotando sem agulhas!

Eu e a minha paciência não levamos muito jeito para coisas de meninas prendadas, como tricotar. Felizmente, em 2007, numa atividade com as desbravadoras do Clube Órion, veio a solução: tricotar cachecóis apenas com as mãos. Nada de agulhas!

Mesmo tendo descoberto essa mina de ouro, só no ano passado resolvi testar. E adivinha no que deu? Num cachecol perfeito! Nem acreditei quando o digníssimo ficou pronto.


Encontrei um passo a passo muito complicado pra minha cabeça e depois a salvação veio no seguinte vídeo, dividido em 2 partes:


                                         



Cogumelo de Suspiro




Assistindo hoje "Alice no País das Maravilhas" de novo, lembrei de um post que vi há uns tempos no cupcakes and cashmere: esses fofíssimos cogumelos de suspiros!

Em português, encontrei a receita aqui, e outra mais detalhada aqui. A receita é bem complicadinha, mas deu uma vontade... Sem esquecer de adicionar ganache de chocolate meio amargo sob o "chapéu" do cogumelo, item que adicionaria à receita em português.

Abaixo seguem outras sugestões para confeitar adicionando cor ao suspiro. Claro, quando surgir a coragem para fazer esse lindinho, mas trabalhosíssimo doce (pelo menos para mim, que gosto de cozinhar coisinhas super práticas).



sexta-feira, 27 de abril de 2012

Cup Cake

Não, não estou me referindo aos cupcakes (pelo menos, não nesse segundo), mas sim aos Cup Cakes, os bolos de caneca.
Há uns 3 anos que conheço a receita (que por sinal, na minha vida foi uma das únicas coisas que sobrou do velho orkut, onde encontrei a digníssima) e testemunho que ela salva. Salva da sujeira, da preguiça e principalmente da demora, inaceitável nos dias de TPM.
Bem, vamos ao que interessa, a receita:

Ingredientes:
-1 ovo pequeno
-4 colheres (sopa) de leite
-3 colheres (sopa) de óleo
-2 colheres (sopa) - não muito cheias- de chocolate em pó
-4 colheres (sopa) de açúcar
-4 colheres (sopa) de farinha de trigo
-1 colher (café!!) de fermento em pó


Nota: as "colheradas", especificamente dos secos, não podem ser muito cheias.


Preparo:
-Bata bem o ovo com um garfo numa caneca de tamanho razoável e acrescente o leite e o óleo
-Acrescente o chocolate e misture bem, também com um garfo
-Acrescente a farinha e o fermento e mexa delicadamente, misturando bem.
-Leve ao microondas por 3 minutos, na potência máxima

É importante seguir a receita direitinho, sem muitas adaptações, para não correr o risco de transbordar e coisas menos boas.
Depois de pronto, se você conseguir esperar, pode confeitar como quiser.

Pesquisando, encontrei outras muitas receitinhas para o acervo.





Abram alas para o Macaron!


Após a onda dos cupcakes (que nunca passará pra mim), o docinho da vez agora é o Macaron. Um bolinho granulado, geralmente de forma arrendondada encontrado a cada esquina de Paris, onde foi criado.

Você pode encontrar nos McCafé do McDonalds. Quem quiser arriscar, aqui está a receita.




Quem quiser se deliciar mais no assunto, pode ir até o site (fosíssimo, diga-se de passagem) da típica pâtiserrie parisiense, Ladurée, que vende macarons há 2 séculos! Já aqui, você encontra um apanhado geral muito bem elaborado
                                                                                                       
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...